Viver 5S para comunidades

As relações comunitárias evoluem pela experimentação, padronizações saudáveis e compromissos.

“Para mim, as pessoas pobres são como árvores de bonsai. Quando você planta a melhor semente da árvore mais alta em um minúsculo vaso de flor, você consegue uma réplica da árvore mais alta, com apenas polegadas de altura. Não há nada de errado com a semente que você plantou; apenas a base do solo que você deu é insuficiente. As pessoas pobres são pessoas bonsai. Não há nada de errado com suas sementes, mas a sociedade nunca lhes deu a base adequada para crescer. Tudo o que é preciso para que as pessoas pobres saiam da pobreza é criarmos um ambiente que lhes seja favorável. Uma vez que os pobres possam liberar sua energia e criatividade, a pobreza desaparecerá muito rapidamente “.

Muhammad Yunus (Nobel da Paz em 2006) em Building Social Business: The New Kind of Capitalism That Serves Humanity’s Most Pressing Needs (English Edition) eBook Kindle – posição 148

Comunidade é um grupo de pessoas que têm algo em comum, que se entendem, convivem. A palavra lembra bairros, vizinhança. Aliás, lembrava. Hoje, seu significado não se limita a um pequeno território, de aglomerado de casas. Representa ainda ter algo em comum e certa conexão. Mesmo assim, o mundo próximo, onde está nosso corpo, continuará sempre fundamental para a vida saudável. Portanto cuidemos de o que está próximo e também de o que está distante.

Os meios de comunicação à distância, especialmente a internet, mudaram tudo. Agora qualquer pessoa colectada à grande rede pode entrar em uma comunidade formada por membros de diferentes nações, idiomas ou culturas. Basta ter algo em comum. Pode ser o gosto pela música, ciência, esporte.

As pessoas em volta de uma mesa digitando em seus aparelhos pode parecer, em visão superficial, que o espírito comunitário está ruindo. Mas não está. Está apenas se transformando. E de forma bastante acelerada.

O papel do 5S nessa mudança

Praticar 5S é um meio de se adaptar rapidamente aos novos costumes sem se machucar. Com o 5S, avaliamos a utilidade de cada novidade, decidimos quais usar, em que ordem, o que descartar. A cada aprendizado, definimos novos padrões de conduta e assumimos a responsabilidade de seguí-los.

E como na semana que vem tudo pode ser mudado, praticamos o 5S Semanal, em melhoria leve e contínua.

Como consequência, o novo jeito de se relacionar em comunidades não vai substituir os tradicionais. Haverá a reunião de amigos, de familias, de encontros na vizinhança. Com a vantagem de que, com o uso consciente das novas oportunidades, os problemas serão solucionados com mais facilidade.

A cartilha Equipe 5S – Aplicando o PDCA orienta a prática de equipes de pessoas que se relacionam no dia a para a solução de melhorias complexas. São equipes com focos de ação definidos, porém com estímulos e intercâmbios de conhecimento que extrapolam seus limites. Os desafios complexos das Equipes 5S promovem o crescimento de cada um dos seus membros. Equipes 5S diversificadas promovem o crescimento de pessoas diversas. Quando estas pessoas encontram pessoas diferentes fora de suas equipes, que também praticam o 5S e o PDCA, podem dialogar e promover novas redes comunitárias de incentivo.

Share This